quinta-feira, 31 de julho de 2014

Leites de Crescimento comerciais e a adaptação do Bebê

Leites de Crescimento comerciais e a adaptação do Bebê

A alteração do leite na dieta infantil, sobretudo por volta dos 12 meses, pode ser uma dificuldade no seio familiar. A criança não gosta do novo leite mas este alimento simplesmente deve continuar a fazer parte da sua dieta e, claro, de uma forma fácil e sempre com o agrado da criança. 
A L. enviou-me esta questão que reporta esta dificuldade...O que fazer?

O meu filhote tem agora 14 meses e parece não gostar do leite de vaca marca "X", variedade Crescimento...aconselha algo para misturar no leite para ficar mais agradável ao paladar dele? Muito Obrigada, mãe L.

Resposta Solange Burri:
Relativamente ao Leite de Crescimento, de marca comercial, queria dizer-lhe o seguinte:

- São leites mais ricos em vitaminas e sais minerais, relevância nutricional que só faz sentido se a criança se encontrar subnutrida ou com dieta infantil ainda muito restrita, caso ainda não esteja adaptada á dieta familiar (por exemplo)
- São leites adequados para alimentação especial - crianças de idade 1-3 anos - mas que, na maior parte dos casos, incorporam adição de açucares quando comparados com os leites de vaca tradicionais. Se se considerar que o leite é um alimento já rico naturalmente em açúcar - lactose - então a adição extra de mais açúcar contribui com peso significativo para ajustar a preferência infantil por alimentos com maiores teores de açúcar além de prejudicar a boa formação dentária.

Pelas razões apontadas, mãe L., eu não favoreço o consumo de leites de crescimento, de qualquer marca comercial e apresentação EM PACOTE.

Assim, a adição de qualquer ingrediente a estes produtos pode: 
a) tornar o alimento ainda mais doce; 
b) deturpar mais depressa a ideia infantil sobre o sabor do leite; 
c) exacerbar o prazer infantil em consumir doces precocemente.

Caso deseje enriquecer o leite destinado ao consumo infantil, poderá adicionar fruta (ex. banana, pêra por exemplo) ou cereais (sugiro as versões familiares, menos doces) mas sempre, na minha opinião, a partir do LEITE DE VACA convencional de modo a minimizar os consequências acima levantadas. Lembro que a banana madurinha, ao contrário do que muitas pessoas pensam, tem efeito laxante ao contrário do que acontece se consumirmos este fruto menos maduro.

Espero que tenha compreendido o meu ponto de vista e que, invariavelmente, condiciona a minha postura nesta resposta.

Deixo-lhe ainda a minha sugestão para o Menú Pequeno-Almoço (30 ideias), concebido por mim em exclusivo para o site Mãe me Quer, certa que poderá ajudar nesta questão do leite para o filhote.

E você... que assuntos gostaria de ver aqui abordados? Deixe o seu comentário.

Com vista à promoção de uma Alimentação Saudável na Famílias, este artigo tem autorização da autora para ser publicado em sites de Escolas, Creches e Infantários. Apenas se solicita que não se altere o seu conteúdo e a sua origem/autoria seja preservada. 

Consultora em Nutrição e Segurança Alimentar doméstica
(Mestrado na área da Nutrição Infantil)
Postar um comentário